De acordo com o Decrypt, o dicionário Collins, fundado em 1824 e com um registro superior a 4,5 bilhões de palavras, anunciou que “NFT” é a palavra do ano em 2021.

Segundo o dicionário, um NFT – sigla em inglês para token não fungível – é “um certificado digital único, registrado em um blockchain, que é usado para indicar propriedade sobre um ativo, como uma obra de arte ou um item colecionável”.

O ano em que os NFTs “explodiram”
Conforme o Decrypt, o ano de 2021 representou um marco histórico para os tokens não fungíveis, que foram destaque diversas vezes ao longo do ano. A procura por NFTs ficou ainda maior após o artista digital Beeple ter vendido sua coleção de tokens por US$ 69 milhões em um leilão, em março deste ano.

O mundo das artes agiu rapidamente, para tentar entrar na “febre” dos NFTs e aproveitar a movimentação desse mercado. Casas centenárias de leilões de luxo, como Sotheby’s e Christie’s, adentraram a corrida dos NFTs, realizando leilões de tokens que arrecadaram milhões de dólares.

Fonte: _moneytimes.com.br