As ações europeias fecharam em queda nesta terça-feira, com o setor de tecnologia registrando seu pior dia desde o final de outubro após uma queda súbita nas ações de gigantes da tecnologia dos Estados Unidos.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 1,42%, a 1.669 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 1,43%, a 434 pontos, com as ações de tecnologia recuando 3,8% e alguns analistas atribuindo a queda a uma realização de lucros.

As ações de tecnologia estão sendo negociadas perto de máximas históricas em meio a uma temporada de balanços estelar e um otimismo mais amplo em relação à recuperação econômica.

“É a combinação de uma liquidação dos ativos vencedores dos últimos meses (…) com o início do mês de maio e um posicionamento ‘nervoso'”, disse Angelo Meda, gerente de portfólio da Banor SIM.

O índice norte-americano pesado em tecnologia Nasdaq caía mais de 2% ante níveis quase recordes, com empresas de tecnologia altamente valorizadas absorvendo o maior impacto das vendas. [.NPT]

Em Londres, o índice Financial Times recuou 0,67%, a 6.923,17 pontos.

Em Frankfurt, o índice DAX caiu 2,49%, a 14.856,48 pontos.

Em Paris, o índice CAC-40 perdeu 0,89%, a 6.251,75 pontos.

Em Milão, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,81%, a 23.977,53 pontos.

Em Madri, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,71%, a 8.830,40 pontos.

Em Lisboa, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,67%, a 5.045,32 pontos.

Fonte: Money Times